Para um perfeito conhecimento da malha fundiária portuguesa é deveras importante a compreensão do seu passado e da sua evolução. O recuo ao passado implica necessariamente o estudo daqueles que sucessivamente foram adquirindo as terras, ou seja, o estudo do trato sucessivo.

Este curso da Academia Geojustiça pretende dotar os profissionais da justiça de conhecimentos essenciais acerca das fontes documentais existentes e das metodologias necessárias para a reconstituição histórica da propriedade e sua relação como terreno.

Mais informação brevemente disponível.